2020 a todo vapor, por Walneide Romano, presidente da Apampesp

No último ano, planejamos com carinho e afinco uma programação especial para celebrar os 25 anos da Apampesp. Abrimos a celebração do Jubileu de Prata com a realização de um antigo sonho: inauguramos a primeira Sede Recreativa da nossa Entidade, em Itanhaém, no litoral sul de São Paulo.

Realizamos dois grandes seminários, um em parceria com o Centro do Professorado Paulista (CPP), em agosto, e outro com o Sindicato Apase, no mês de novembro, entre tantos outros eventos com foco na formação e na conscientização política. Também promovemos inúmeras atividades de sociabilização e lazer com os nossos associados tanto na Sede Central quanto em nossa bela Sede Recreativa.

Mas nada exigiu tanto esforço e dedicação quanto as batalhas políticas. A Reforma da Previdência nos levou a trabalhar intensivamente em Brasília, principalmente no primeiro semestre do ano. Agora, o Estado de São Paulo apresenta uma proposta de Reforma que consegue ser ainda pior do que a aprovada no âmbito federal e estamos mobilizados para acompanhar a tramitação do texto neste mês de fevereiro na Assembleia Legislativa.

Perdemos por um voto a luta contra o PLC 899/19, que reduz de R$ 30 mil para R$ 11.678,90 o valor do pagamento das obrigações de pequeno valor. Ou seja, um número ainda maior de aposentados irá levar anos e anos para receber um direito que lhes é devido.

A proposta de reforma administrativa de autoria do ministro da Fazenda Paulo Guedes e do Governo Federal também precisa ser combatida e será enfrentada por nossa Entidade, pois coloca em risco a estabilidade dos servidores públicos e ainda propõe diminuição dos já parcos salários.

E, por fim, a maior de todas as lutas: a nossa batalha pela inclusão do professor aposentado no novo Fundeb (PEC 15/15), algo primordial para garantir que não faltem recursos para pagar as nossas aposentadorias. Desenvolvemos um trabalho exemplar. Dialogamos com dezenas de deputados tanto em São Paulo quanto em Brasília. Com o apoio das nossas Regionais conquistamos mais de 100 moções de apoio nas Câmaras Municipais. Por unanimidade, todos os vereadores a quem recorremos reconheceram como justa a nossa reivindicação.

Seguiremos firmes no front no decorrer deste ano de 2020 e esperamos que a decisão recente do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de recomeçar do zero uma discussão que já estava amadurecida não leve a nossa Educação ao colapso.

Que tenhamos força e sabedoria para seguirmos firmes nestas grandes lutas. Aos que depositam a confiança em nosso trabalho, muito obrigada! E que permaneçamos unidos!

Por Walneide Romano, presidente da Apampesp

Comentários para “2020 a todo vapor, por Walneide Romano, presidente da Apampesp”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *