Em Araraquara, professores participam de encontro com deputado Carlos Giannazi

Professores aposentados e da ativa se reuniram na tarde desta quinta-feira, dia 21 de julho, na Sede Recreativa do CPP em Araraquara, para um encontro com o deputado estadual Carlos Giannazi. O evento contou com a participação de professoras associadas da Apampesp, da diretora regional de Araraquara, professora Cândida de Almeida Gonçalves, e do diretor do CPP de Araraquara, professor Benedito Cardoso da Silva.

Mais uma vez, o principal tema do debate foi o PDL 22/20. O deputado Giannazi fez um breve retrospecto da tramitação do projeto na Alesp e traduziu, em números, a injustiça cometida pelo Governo do Estado com os aposentados. Se o confisco previdenciário fosse suspenso hoje, o impacto nas contas do Estado seria de R$ 2 bilhões. Apesar da quantia expressiva, o valor é pequeno diante dos R$ 60 bilhões de isenção fiscal concedidos pelo Governo a empresas privadas de forma secreta. Vale ainda ressaltar que a previsão orçamentária do Estado para 2023 é de R$ 300 bilhões.

A professora Cândida enalteceu a luta desempenhada pela Apampesp contra o confisco, o trabalho de pressão junto aos parlamentares, bem como as quase 400 moções de apoio já conquistadas pela Entidade nas Câmaras Municipais de todo o Estado.

A “nova carreira” (LC 1374) e como ela impacta os aposentados do Estado e a necessidade de fortalecimento do Iamspe também foram temas discutidos pelo deputado Carlos Giannazi.

Comentários para “Em Araraquara, professores participam de encontro com deputado Carlos Giannazi”

  1. Louvável o Trabalho da APAMPESP, bem como o do Deputado Carlos Giannazi! Quais as perspectivas de votação em Plenário do PDL 22? Agosto de 22 ou pode ser até o final do ano de 2022? E se por acaso, não for votado até o final de 22, como fica o resultado de tanta LUTA? Agradecemos, atenciosamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.