Funcionalismo público vai ao Palácio dos Bandeirantes e realiza primeiro ato na Alesp

Representantes de Entidades dos mais diversos segmentos do funcionalismo público se encontraram nesta terça-feira, dia 4 de fevereiro, na sede da Afresp (Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo) para debater a Reforma da Previdência Estadual (PEC18/19 e do PLC 80/19).

A principal deliberação do encontro foi uma ida ao Palácio dos Bandeirantes na próxima segunda-feira, dia 10 de fevereiro, às 11h, para protocolar um pedido de audiência com o Governador João Dória, a fim de estabelecer um canal de diálogo em torno da proposta de Reforma da Previdência.

Logo após a reunião na Afresp, os representantes das Entidades se dirigiram à Alesp para o primeiro ato após a abertura do Ano Legislativo. Organizado pelo sindicato Apeoesp, a mobilização contou com a participação de centenas de servidores e serviu para marcar posição contrária à Reforma.

Dentro da Alesp, foi realizada a primeira reunião do ano do Colégio de Líderes. Após o fim do encontro, a deputada Adriana Borgo e o deputado Carlos Giannazi conversaram com os servidores sobre o que foi discutido entre os parlamentares. A presidência da Alesp decidiu que, enquanto a proposta de Reforma da Previdência estiver judicializada e não houver uma decisão do STF, o texto não tramitará na Casa.

Nos bastidores, também foi aventada a possibilidade do Governo do Estado enviar um novo projeto de Reforma da Previdência do Estado a fim de burlar os entraves jurídicos da proposta atual, porém, a ideia parece não ter empolgado os parlamentares presentes que preferem uma discussão maior em torno do texto já apresentado, bem como a apresentação de emendas a fim de reduzir os graves prejuízos causados aos servidores públicos.

Comentários para “Funcionalismo público vai ao Palácio dos Bandeirantes e realiza primeiro ato na Alesp”

  1. Sempre na luta a APAMPESP nao mede esforços para que nossos direitos sejam respeitados.BRAVO !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *