Entidades, deputados e senadores se unem em lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social

Associações de todo o Brasil – incluindo a Apampesp -, sindicatos, federações, trabalhadores de diversos segmentos e parlamentares lotaram o Auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, dia 20 de março, durante o relançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social. A nossa Entidade esteve representada pela professora Maria Bernadete Ramos, 1ª Secretária do Conselho Deliberativo.

O senador Paulo Paim (PT-RS), um dos coordenadores da Frente, abriu os trabalhos convocando os presentes a lutarem pelos direitos conquistados pelos brasileiros, e ressaltou que o projeto, da maneira que foi apresentado, não é de interesse da população, e sim do mercado financeiro, pontuando a questão da capitalização. “O povo brasileiro não quer essa reforma porque o que está sendo proposto para a capitalização é o fim da previdência”, afirmou.

Na oportunidade, Paim informou a nova coordenação da Frente, que nesta legislatura ganha novo formato, sendo composta por dez parlamentares. São eles: os deputados André Figueiredo (PDT-CE), Bira do Pindaré (PSB-MA), Bohn Gass (PT-RS), Professora Marcivania (PCdoB-AP), Rodrigo Coelho (PSB-SC) e os senadores Elisiane Gama (PPS-MA), Jorge Kajuru (PSB-GO), Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Weverton Rocha (PDT-MA) e o próprio Paulo Paim.

A programação do evento contou com o seminário “PEC 06/2019 – O desmonte da Previdência Social Pública e Solidária”, dividido em sete painéis, onde especialistas falaram das falhas que a proposta do governo traz, as consequências de um sistema de capitalização, além de apresentarem alternativas e subsídios para a recuperação econômica e o sustento da Previdência, sem mexer nos direitos dos brasileiros.

Dentre os palestrantes estava o cientista político da Fundación Sol e especialista previdenciário no Chile, Recaredo Galvez, que apresentou um panorama das consequências do regime de capitalização implantado em seu país, o presidente da Confederação Latino-Americana de Trabalhadores Estatais (CLATE), que fez um diagnóstico do sistema previdenciário na América Latina e na Argentina, o advogado e presidente da Sociedade Brasileira de Previdência Social, José Pinto da Mota Filho, o diretor técnico do Dieese, Clemente Gaz Lúcio, o consultor de entidades sindicais de servidores, Vladimir Nepomuceno, o professor de assessor jurídico da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Evandro Morello e o doutor em Ciência Econômica, mestre em Ciência Política e professor do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Eduardo Fagnani, que apresentou como alternativa para a Reforma da Previdência, o projeto Reforma Tributária Solidária, como meio de alavancar a arrecadação sem precisar reduzir o benefício dos aposentados.

A Apampesp e as demais Entidades integrantes da Frente seguirão mobilizadas no decorrer das próximas semanas e acompanharão de perto toda a tramitação da nova Reforma da Previdência em Brasília.

Dá para acompanhar em vídeo os detalhes do evento.
Clique aqui para ver o lançamento: https://youtu.be/i-LCbV3_xkQ
Aqui é possível conferir como foi o Seminário: https://youtu.be/Gkp9-EDaJ2g

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *