Apampesp participa da Greve Nacional da Educação. Saiba como foi a mobilização

A Apampesp participou na tarde desta quarta-feira, dia 15 de maio, da Greve Nacional da Educação. Os atos foram registrados em todos os Estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, a mobilização aconteceu em frente ao Masp e seguiu rumo a Assembleia Legislativa do Estado (Alesp). Segundo os organizadores, a manifestação reuniu cerca de 200 mil pessoas. A multidão era formada, em sua maioria, por estudantes de escolas e de universidades públicas e por professores dos ensinos público e privado.

Inicialmente concebido para ser um ato contra a Reforma da Previdência, nos últimos dias a Greve Nacional da Educação se fortaleceu ao ampliar a pauta, após o anúncio do Governo Federal e do Ministro da Educação, Abraham Weintraub, de contingenciar mais de 30% dos recursos destinados às universidades, institutos e escolas federais e aos programas de pesquisa.

Durante toda a mobilização, foram feitas manifestações em defesa da aposentadoria especial para professores, dos direitos dos servidores e contra o corte de recursos da educação pública. Os atos também funcionaram como um “esquenta” para a Greve Geral de 14 de junho, contra a Reforma da Previdência.

A Apampesp esteve representada pelas professoras Lucia Cotomacci e Rose Marie Bisaglia (respectivamente, 1ª e 2ª vice-presidentes), Diva Lea Batista (presidente do Conselho Deliberativo), Maria Lúcia Artoni (presidente do Conselho Fiscal), Rosa Maria Gentil Rossi e Elza Jorge Abdalla (1ª e 2ª secretárias) e Joanita Leonor (suplente do Conselho Fiscal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *